Otras historias

10 mulheres influentes na banda desenhada americana

Em colaboração com Tim Plumbe - Especialista em banda desenhada 

Quer seja uma super-heroína ou uma vilã, o mundo dos livros de banda desenhada está repleto de personagens femininas influentes. Há décadas que as mulheres têm influência nos livros de banda desenhada e assim será por muitos mais anos. Veja apenas 10 das personagens femininas de banda desenhada mais influentes e descubra por que cada uma delas entrou na nossa lista.

10. Hera Venenosa
A botânica de Gotham City, Pamela Lillian Isley, é adversária ambientalista do Batman e também do Super-Homem. Embora seja uma vilã, as suas atividades criminosas contribuem para a filantropia pois muitas vezes destinam-se a proteger o ambiente e as espécies ameaçadas de extinção. Ela é uma auto-proclamada “eco-terrorista de importância global”. Muitas vezes faz coisas erradas pelas razões certas, é uma figura antagonista feminina forte do universo da DC.


9. Kitty Pryde
Kitty Pryde é, indiscutivelmente, um dos melhores super-heróis femininos jovens do mundo dos livros de banda desenhada. Ela, não só é uma super-heroína e especialista em espionagem, como é também uma adolescente de confiança, com ambição, atitude e interesses. Kitty tem sido capaz de crescer e de se adaptar de uma forma que outras personagens de livros de banda desenhada não conseguiram, especialmente as mulheres. O X-Men não seria o que é hoje sem a Miss Pryde.


8. Jean Grey
Jean Grey foi reencarnada como Phoenix e Dark Phoenix e foi o primeiro super-herói mutante feminino. É um símbolo nas séries de X-Men e é uma das personagens mais desenvolvidas e complexas já criadas. Desde se apaixonar até ser levada à loucura, apesar de não se esquecer da sua extrema força e inteligência, Jean Grey tem vivido muito ao longo de sua vida fictícia.


7. Catwoman
A principal némesis feminina de Batman e amante ocasional, Catwoman é a personagem feminina anti-heroína mais famosa dos livros de banda desenhada e, possivelmente, uma das melhores personagens da saga  Batman. Tendo crescido nas ruas e travado as suas próprias batalhas desde o primeiro dia, a Catwoman é um excelente exemplo de uma irrevogável personagem poderosa dos livros de banda desenhada. Não é possível negar o seu impacto na cultura dos livros de banda desenhada e é uma figura que é amplamente reconhecida em todo o mundo como a elegante gata que rouba.


6. Miss Marvel
Miss Marvel tem sido uma personagem influente desde o final dos anos 60 e passou por várias mudanças ao longo dos anos. A mais recente iteração da personagem, primeira geração americana, Kamala Khan, alcança hoje um público ainda mais vasto. Ela debateu-se com muitos problemas que as famílias de imigrantes enfrentam, sendo provocada e excluída até ao dia em que recebe os seus super-poderes. Ela diz aos seus super-heróis favoritos numa visão que quer ser “bonita e impressionante e lutadora e menos complicada”. O seu desejo é-lhe concedido e ela torna-se uma reencarnação polimorfa da anterior personagem Miss Marvel. Torna-se também numa personagem com a qual muitos se identificam e inicia uma onda de renovação no universo Marvel, que inclui personagens femininas ferozes, nomeadamente, Jane Foster como Thor e Gwen Stacy como Mulher-Aranha.


5. Harley Quinn
Apareceu pela primeira vez em “Batman: a série animada” e, eventualmente, conquistou o seu próprio lugar de destaque. Esta vilã profunda e perturbada é uma mistura fascinante de complexidade e confiança. Ela lança-se no seu relacionamento tóxico com Joker, mas ainda tem momentos de lucidez. De um modo geral, consegue admitir os seus próprios defeitos. Não é a donzela em apuros. Será um mau exemplo a seguir? Talvez... mas não importa quem te magoou, apenas importa quem te fez sorrir novamente.


4. Vespa
Historicamente, a Vespa é uma das personagens mais marcantes a ter embelezado a página impressa. Não só foi a primeira Vingadora feminina, como, na verdade, ela uma das fundadoras do grupo... ela até deu o nome ao grupo quando este foi formado. Embora tenha começado com um papel secundário, a Vespa rapidamente se destacou e tornou-se o centro moral da equipa. A Vespa é um dos maiores super-heróis pequeninos a ter embelezado as páginas da Marvel Comics.


3. Tempestade
Sendo um dos primeiros super-heróis africanos e a primeira mulher negra da banda desenhada, Tempestade ficou famosa e continua a ser extremamente importante hoje em dia na história dos livros de banda desenhada. Curiosamente, Tempestade foi originalmente criada como uma personagem masculina chamada Tufão, mas mudaram para uma personagem feminina para diversificar o elenco exclusivamente masculino de X-Men. A presença de Tempestade no mundo dos livros de banda desenhada é forte, pois ela continua a ser um símbolo da emancipação feminina, muitas vezes representado por um cargo de liderança. A estreia de X-Men coincidiu com o movimento dos direitos civis nos Estados Unidos, tornando a sua influência ainda maior, pois ela própria fazia parte de uma minoria marginalizada: uma mutante.


2. Mulher Invisível
Embora alguns não estivessem à espera de ver a Mulher Invisível nesta lista, ela foi a primeira super-heroína da Marvel e abriu caminho para futuras protagonistas femininas. Apesar de não ter sido retratada como uma personagem forte no início da sua carreira, rapidamente conquistou o seu lugar no Quarteto Fantástico e no universo Marvel. A Mulher Invisível é uma das personagens femininas mais respeitadas, tendo criado duas crianças, enquanto continuava a desenvolver e dominar o mundo dos super-heróis.


10. Mulher Maravilha
Por fim, e muito possivelmente o símbolo mais emblemático da emancipação feminina no mundo dos livros de banda desenhada, temos a Mulher Maravilha. Foi criada em 1941 por William Moulton Marston, um forte apoiante da emancipação da mulher e inventora do teste do detetor de mentiras (não é, portanto, uma surpresa que a arma de escolha da Mulher Maravilha seja o laço da verdade). A história diz que ela vem de uma ilha povoada por Amazonas, as almas reencarnadas de mulheres assassinadas por homens. O seu impacto cultural tem continuado a aumentar ao longo dos anos e, hoje em dia, ela é um ícone cultural. Marston disse: “(Ela) incentiva as mulheres a defenderem-se, a aprenderem a lutar e a serem fortes, para que não precisem de ter medo ou de depender dos homens.”


Se está inspirado por estas protagonistas femininas, visite o leilão semanal de banda desenhada da Catawiki para ver mais histórias sobre estas heroínas e também outras bandas desenhadas surpreendentes de todo o mundo. Todas as semanas, livros de banda desenhada internacionais, banda desenhada artística original e curiosidades únicas de banda desenhada aparecem em leilão, por isso, não perca a sua oportunidade de adicionar uma peça nova à sua coleção ou registe-se aqui para vender os seus próprios livros.

Crie a sua conta na Catawiki de forma gratuita

Na Catawiki, ficará surpreso todas as semanas com a seleção impressionante de objetos especiais que temos para oferecer. Inscreva-se ainda hoje e explore os nossos leilões semanais com curadoria da nossa equipa de especialistas.

Criar uma conta
Share this article
Close Created with Sketch.
Ainda não está registado?
Ao criar a sua conta gratuita na Catawiki, poderá licitar num dos 50 000 objetos especiais que temos para leilão todas as semanas.
Registar agora!